quarta-feira, março 31, 2004

PEQUENEZ

Deixei de ter dúvidas quanto à insignificância deste país depois de ter reparado que os convidados da SIC Notícias que fazem a revista de imprensa são sempre os mesmos cinco. Ok, talvez haja mais um ou dois, mas vê-se logo que são suplentes.

NADA DE NOVO

No Google, escrevam a palavra "estúpido" e cliquem em "I'm Feeling Lucky" ou "Sinto-me com sorte".

Adenda: Entretanto, a brincadeira deve ter ido parar ao computador errado, e a página foi retirada. Desmancha-prazeres... Já nem se pode rir um bocadinho.
Depois de escreverem "estúpido", façam uma pesquisa normal e vejam o primeiro link que aparece, em especial o que está a verde. Não tem tanta graça, mas pelo menos não se perde tudo.

terça-feira, março 30, 2004

SEMELHANÇAS

É impressão minha ou o Zapatero é a cara chapada do Mr. Bean?

segunda-feira, março 29, 2004

MEIO MINUTO DE PURO TERROR

"O Exorcista" pode ser (re)visto aqui em 30 segundos e com coelhinhos.

OS VOTOS DOS POLÍTICOS

Todos sabemos que, muitas vezes, os maus resultados eleitorais de um partido beneficiam determinados elementos da mesma força política. Sempre me pareceu muito provável e até natural que, na altura de votar, esses elementos o façam no adversário, sem grandes problemas de consciência. Obviamente, nas próximas europeias, João Soares vai pôr a cruzinha no PSD.

domingo, março 28, 2004

METROS

Nesta página, publicam-se diagramas das redes de vários metros do mundo, todos à mesma escala. O de Londres é impressionante e, por enquanto, Lisboa não consta.

PECADO

Os católicos que participam hoje na meia-maratona internacional de Lisboa correm o risco de não ir para o céu. Bem feita. Já deviam saber que não têm direito a divertir-se.

sexta-feira, março 26, 2004

NUNCA MAIS

Vi o Jornal Nacional, da TVI. Do princípio ao fim. Bleargh.
Falou-se de uma mulher de 74 anos violada e espancada por um vizinho de 25, de um homem de 38 com sida, filmado pela TVI desde que foi internado no hospital até ao dia em que morreu, de um bebé de sete meses agredido pela própria ama, e de outras tantas histórias do género. Acho que também se falou de coisas menos deprimentes, mas não me lembro de nenhuma.

quinta-feira, março 25, 2004

PONTE

Um jornalista da SIC Notícias para um convidado, a propósito do arquivamento do processo da queda da Ponte Hintze Ribeiro: "Até que ponte é que... Perdão, até que ponto é que..."
Infelizmente, o facto de o juiz de instrução ter decidido não levar a julgamento nenhum dos arguidos do processo não tem mesmo piada nenhuma. Segundo ele, o colapso da ponte deu-se unicamente devido a causas naturais. Terá sido um ar que lhe deu?

DIAL AN ORGASM

"Harnessing the vibrations produced by your phone and concentrating them directly on the area they are appreciated most, this is the first time in history you have been able to 'touch' your partner without being in the same town, city or state! This is a revolution in sexual relations!"

Comentários para quê?

O MOSQUETEIRO

Durão Barroso anunciou hoje que, a partir de agora, o ataque contra um Estado membro da União Europeia é considerado um ataque contra todos os Estados membros e contra a própria UE. Mas isto pode não querer dizer exactamente isto. É que, como se lembrarão, o artigo 5º do Tratado do Atlântico Norte, interpretado ao sabor das conveniências para bombardear a Sérvia há cinco anos, prevê exactamente o mesmo. Conclusão: os outros países e os terroristas que se cuidem, sobretudo se atacarem povos que não os da UE.

quarta-feira, março 24, 2004

É QUE NÃO HÁ MANEIRA...

Cada vez me parece mais que Durão Barroso, apesar dos esforços, não vai conseguir atrair os terroristas para Portugal. Bem sei que as intenções são boas. Sempre falavam de nós nos jornais, mesmo que por poucos dias, e dele em especial.
No entanto, é evidente - tendo em conta meia dúzia de notícias dos media britânicos e americanos sobre a vinda de Tony Blair a Lisboa - que o resto do mundo se está a borrifar para Portugal. Esta visita serviu sobretudo para falar de um grande amigo do Ocidente, nada perigoso, que Blair encontra amanhã em Tripoli. Numa pesquisa rápida, encontrei este artigo, este e este. Diz-se que Blair veio a Lisboa, mas não se fala de Durão; diz-se que Blair veio encontrar-se com Durão, mas não se escreve uma única linha do que disse o nosso primeiro; e, para grande tristeza minha, há até quem lhe chame Barraso.

terça-feira, março 23, 2004

FOTOMONTAGENS

Este site tem várias montagens fotográficas, nas quais se misturam animais com outros animais e/ou com pessoas. Há uma que deve ter sido inspirada no Kumba Ialá.

segunda-feira, março 22, 2004

NO TOP 20

Este blog é o nº 15 do ranking do Cafajeste. E sem ter que tirar a roupa!

UNTITLED

Neste site, há uma série de fotografias às quais foram retiradas todas as inscrições, que foram colocadas ao lado das imagens. Errr... talvez seja melhor verem.

TEMPO

Um fenómeno que me intriga (e me irrita porque também me assusta): o facto de o tempo passar cada vez mais depressa, ou de nos parecer que o faz, à medida que a idade avança. Embora tenha já alguns meses, vale a pena ler este artigo da Folha Online, já que dá umas dicas sobre como suavizar aquela sensação horrível, do género: "O quê?! Já fez um ano que começou a guerra no Iraque?!"

SEM COMPROMISSOS

Durão apresenta "100 compromissos" com famílias portuguesas.
É o Governo a brincar com palavras, enquanto as famílias portuguesas trabalham.

domingo, março 21, 2004

MANIFS

Um ano depois do início da guerra no Iraque, houve manifestações em vários países, incluindo Portugal, embora nada que se compare com as de Março de 2003. E a triste realidade é que não há mesmo maneira de darmos nas vistas. O envio de militares da GNR para o Iraque, a possibilidade de sermos alvo de atentados à medida que o Europeu de Futebol se aproxima, as manifestações contra a ocupação, no Porto e em Lisboa, tudo parece não passar de questões para consumo interno. Um exemplo: no Le Monde há um artigo precisamente sobre as manifestações de ontem. A notícia fala do que se passou em França, nos Estados Unidos e no Reino Unido, conta como se manifestaram os pacifistas em Itália, na Polónia, na Grécia, na Suíça, na Bélgica.
Adivinharam... Portugal não merece a mínima referência.

CONFISSÃO

Por vezes... acrescento palavras... e mesmo frases... inteiras... aos posts que já tinha escrito... E não o faço através de adendas... Escrevo e pronto.... Sem dar satisfações. Depois... fico a sentir-me um bocado mal... a pensar que não devia ter feito aquilo... que estou a ser desonesta... a enganar quem me lê... Então, prometo a mim própria que não volta a acontecer, mas... no dia seguinte... lá estou eu a arranjar textos... a tentar aperfeiçoá-los...
Não, eu não sou digna da blogosfera!
Pronto, já me sinto melhor.

sábado, março 20, 2004

A GALINHA DOS OVOS DE OURO

Depois de todas as acusações de anti-semitismo que obteve com "A Paixão de Cristo", Mel Gibson admite agora realizar um filme sobre um episódio da história judaica: a revolta dos Macabeus contra Antiocus.
Quem pode censurá-lo? No fundo, é apenas mais um a enriquecer à custa da religião.
Entretanto, o director da Liga Nacional Anti-Difamação não achou lá muita graça à ideia: "My answer would be 'thanks but no thanks. The last thing we need in Jewish history is to convert our history into a Western", disse. E agora a melhor parte: "In his hands we may wind up losing".
Embora não veja motivos para toda esta polémica em torno do alegado (gosto tanto de escrever "alegado") anti-semitismo no filme, como já expliquei aqui, tenho de reconhecer que o director da liga tem sentido de humor.

O IMPÉRIO

O Economist publicou, anteontem, um artigo muito interessante sobre como os Estados Unidos estão a redistribuir as suas Forças Armadas no mundo, tendo em conta factores como as novas ameaças e os avanços tecnológicos.

sexta-feira, março 19, 2004

SORTIDO

Os palavrões preferidos de alguns famosos. Ganha o "fuck".

E mais um daqueles jogos que consistem em fazer mal ao pinguim.

P.S. - Nota-se muito que não tenho MESMO NADA para fazer? Ok, vou arrumar a casa. Tenham um óptimo fim-de-semana.

A PAIXÃO DE CRISTO

Fui ver o novo filme de Mel Gibson e gostei. Mais do que a violência física propriamente dita, muito presente em todo o filme, impressionou-me a violência psicológica que lhe está inerente, a crueldade e a loucura dos homens. Daí que, ao contrário da maioria das opiniões que tenho lido, essa violência física não me pareça gratuita. Serve precisamente para mostrar até que ponto pode ir o gozo em fazer sofrer.
Quanto às acusações de anti-semitismo de que a película tem sido alvo (e abstraindo-me do facto de Gibson não fazer grandes esforços para esconder que é anti-semita), é verdade que Caifás e os outros sacerdotes judeus não são interpretados como pessoas cheias de compaixão. Contudo, Cristo não os condena nem os odeia, e isso é muito claro no filme. Ora, se o trabalho de Mel Gibson provoca nos cristãos o ódio aos judeus, serve, segundo a mesma lógica, para exaltá-los a perdoar. Além do mais, os romanos do filme não são menos odiosos do que os judeus, para não falar do facto de Simão de Cirene - que ajuda Jesus a transportar a cruz e tenta o mais que pode evitar que o espanquem - ser judeu e de o filme nos fazer sentir por ele uma especial simpatia.
E pronto. Não vou alongar-me mais, até porque isto de falar de religião tem muito que se lhe diga e por vezes descamba rapidamente, como mostra este artigo do Guardian.

TESTE

Este teste de insanidade é muito engraçado. No entanto, demorei quase um quarto de hora a responder e, no final, sem ligar a uma percentagem que lá estava, cliquei em "reset" porque devo ter pensado que era "submit". Se calhar, foi melhor assim.

Adenda: como hoje não tenho muito que fazer, repeti o teste (o que já diz bastante da minha insanidade) e o resultado foi de 25 por cento. Muito aceitável, nos dias que correm.

DIA DO PAI

Parabéns ao meu e a todos os que também merecem.

quinta-feira, março 18, 2004

FAÇA VOCÊ MESMO

Para quem gostar de bricolage, tem aqui muito com que se entreter. Da Casa Branca ao Taj Mahal, passando por carros de Fórmula 1, há inúmeras escolhas possíveis. É só imprimir, recortar e colar.

UFA

A al-Qaeda suspendeu as operações em Espanha, pelo que Portugal, em vias de se tornar uma província espanhola (segundo dizem e sugerem alguns), pode respirar de alívio.

quarta-feira, março 17, 2004

SÓ PODIA SER JAPONÊS

Sabendo-se que há fetiches para todos os gostos, aqui fica um site cheio de vídeos de mulheres a espirrar.

terça-feira, março 16, 2004

BD

Neste site, podem ver uma única história em BD, muito simples, contada de mais de 30 maneiras diferentes.

MEDO

Diz-se em todo o lado que o PP espanhol perdeu as eleições legislativas porque Aznar mentiu. Sem mais. Como se o medo de novos ataques terroristas não pudesse ser tão determinante como a vontade de castigar, na altura de decidir em quem votar.

POR PRECAUÇÃO

Vou mas é começar a procurar casa lá para os lados da Beira Alta.

segunda-feira, março 15, 2004

CEDÊNCIAS

Tenho lido em vários blogs que os resultados das legislativas em Espanha representam apenas um castigo para o PP de Aznar, pelo que não podem ser interpretados como uma vitória do terrorismo. No entanto, o que salta à vista é que na prática o terrorismo se saiu muito bem.
Embora discorde da invasão e ocupação do Iraque, não me parece que esta seja a melhor altura para se fazerem cedências.

domingo, março 14, 2004

PRECIPITAÇÕES

No dia dos atentados de Madrid, as edições electrónicas de dois dos principais jornais espanhóis, o El Mundo e o El Pais, tiveram durante horas manchetes publicadas com os seguintes títulos, respectivamente: "Masacre etarra en Madrid" e "Matanza de ETA en Madrid".
Ora, ao que tudo indica, não foi a ETA. Obviamente, é legítimo que um jornalista se emocione no plano pessoal, mas isso não justifica que se precipite no profissional, pelo que não se percebe como é que jornais de referência atropelam sem hesitar o rigor e a independência.
Entretanto, nos mesmos títulos, foi suprimida a referência à ETA. São as vantagens do online...

sexta-feira, março 12, 2004

APLAUSOS

"Por sugestão do presidente da Assembleia da República, Mota Amaral, o voto foi aprovado por aclamação, com todos os deputados presentes a erguerem-se e baterem palmas durante perto de um minuto (...)".

"Al final, un aplauso prolongado ha puesto fin a la protesta."

Não me apetece bater palmas perante tragédias como a que aconteceu ontem em Madrid. Dizem-me que isso serve para homenagear os mortos, mas continuo sem vontade de aplaudir. Serei normal, doutor?

JOGUINHOS

Podem aceder aqui a um site onde há 48 jogos com aquele tipo de bonecada que as crianças e as mulheres adoram.

quinta-feira, março 11, 2004

TERRORISMO

Atentados tão mortíferos em países cuja segurança é indubitavelmente superior à nossa - como é o caso dos Estados Unidos, Israel ou Espanha -, tornam ainda mais evidente a nossa completa vulnerabilidade, o que é no mínimo perturbador.
É mais um triste dia 11.

quarta-feira, março 10, 2004

É BASTANTE PROVÁVEL QUE DEUS EXISTA

Baseado em vários pressupostos, alguns dos quais na minha opinião bastante discutíveis, um cientista calculou que há 67 por cento de probabilidades de Deus existir.

AEROSITE

Dedicado a tudo o que tenha que ver com o mundo da aviação, o AeroSite conta ainda com uma galeria de 1500 logótipos de empresas do ramo.

IMAGENS HISTÓRICAS

O telescópio espacial Hubble captou uma imagem da luz de cerca de 10 mil galáxias, as primeiras que se formaram pouco depois do Big Bang. Podem vê-la aqui.

terça-feira, março 09, 2004

CHURRASCO

Esta história dos panfletos distribuídos nas escolas onde se diz que em Taiwan há quem coma churrasco de feto só veio reforçar a minha opinião sobre a SOS Vida: não tem a mínima noção da realidade nacional, até porque se tivesse não andava por aí a dar ideias a cidadãos de um país onde comer criancinhas é bastante comum. Além do mais, aquela informação não impede estudantes portuguesas de um dia interromperem uma gravidez indesejada. Quando muito, tira-lhes o apetite. Daí que talvez não fosse má ideia a SOS Vida mudar o nome para PRÓ Ana. Sempre tem mais a ver.

segunda-feira, março 08, 2004

SOLDADINHOS

Podem ver aqui uma espectacular colecção de fotografias de soldadinhos de plástico distorcidos que retratam os horrores da guerra. Este trabalho, da autoria do austríaco Andreas Horvath, intitula-se "Los Desastres de la Guerra", uma alusão à série de gravuras de Goya com o mesmo nome.

TESTE

Pelo menos daltónica não sou.

domingo, março 07, 2004

TOP 100 NAS NOTÍCIAS

Isto, isto e isto são exemplos de uma nova tendência, ou quê?

PSYCHO

Podem criar aqui a vossa própria versão da cena do chuveiro do filme "Psycho", de Alfred Hitchcock.

sábado, março 06, 2004

PARABÉNS

À Naide Gomes, portuguesa campeã do mundo do pentatlo.

sexta-feira, março 05, 2004

O POSSO

"Graças a isso, conseguimos que o posso de ataque passasse do jardim do Palácio da Justiça para a Alameda D. Afonso Henriques", exemplificou. Isto não está mal escrito. O presidente da Junta de São Sebastião da Pedreira é que não sabe falar...

VISÕES

O telescópio espacial Hubble captou uma imagem espectacular de uma estrela longínqua que faz lembrar o quadro “Noite Estrelada”, de Van Gogh. A estrela chama-se V838 Monocerotis e está rodeada de um halo de luz em expansão. Podem ver a imagem do Hubble aqui e o quadro nesta página.

quinta-feira, março 04, 2004

ABORTO

"Did you ever notice the people who are most adamantly against abortions are people so ugly you wouldn't want to touch them in the first place?"

- George Carlin

OS SINGHSONS

Podem ver aqui os Simpsons indianos.

quarta-feira, março 03, 2004

RELIGIÃO

"When it comes to bullshit, big-time, major league bullshit, you have to stand in awe of the all-time champion of false promises and exaggerated claims, religion. No contest. No contest. Religion. Religion easily has the greatest bullshit story ever told. Think about it. Religion has actually convinced people that there's an invisible man living in the sky who watches everything you do, every minute of every day. And the invisible man has a special list of ten things he does not want you to do. And if you do any of these ten things, he has a special place, full of fire and smoke and burning and torture and anguish, where he will send you to live and suffer and burn and choke and scream and cry forever and ever 'til the end of time!
But He loves you. He loves you, and He needs money! He always needs money! He's all-powerful, all-perfect, all-knowing, and all-wise, somehow just can't handle money! Religion takes in billions of dollars, they pay no taxes, and they always need a little more. Now, you talk about a good bullshit story. Holy Shit!"

- George Carlin, um dos maiores comediantes norte-americanos.

PENA DE MORTE

Sobre a discussão relativa à pena de morte lançada no bomba inteligente, por muito que me agrade saber que pedófilos e outros porcos nojentos do género já não respiram no mundo em que vivo, a possibilidade de um único inocente ser morto injustamente, com o consentimento de todos nós (e sabe-se que nos Estados Unidos, por exemplo, isso acontece com alguma frequência), impede-me de querer que Portugal aplique a pena capital. E todos sabemos que a justiça em Portugal deixa muito a desejar, pelo que mais vale não correr riscos.
Além disso, está comprovado que a pena de morte não diminui os índices de criminalidade, ou seja, não é solução.
O Estado também não pode agir como um cidadão que tem sede de vingança. Não é essa a sua função.

terça-feira, março 02, 2004

CANAL 18

Esta aluna do sétimo ano costuma ver o canal 18.
Eu bem digo que é o fim do mundo...

segunda-feira, março 01, 2004

VÍDEOS

Como o tempo passa...

CUIDADOS PALIATIVOS

O Movimento de Cidadãos pró Cuidados Paliativos está a recolher quatro mil assinaturas para exercer o direito de petição junto do Parlamento e exigir que de aqueles cuidados, destinados a doentes terminais, sejam incluídos na Constituição. Como refere o texto deste artigo do Público, "quem quiser assinar a petição ou colaborar na recolha de assinaturas poderá entrar em contacto com Ana Cabral por e-mail (am.cabral@iol.pt)".
Entretanto, se quiserem ler uma reportagem sobre este assunto que, apesar de antiguinha (1998), é muito interessante, podem fazê-lo no L'Express.

ÓSCARES

Estou cheia de dores de cabeça por ter ficado até às cinco da manhã a ver a cerimónia de entrega dos Óscares (não costumo deitar-me tão tarde quando trabalho no dia seguinte). O que mais me marcou foi sem dúvida ver o Michael Douglas disfarçado de Karl Lagerfeld.